Sesc abre exposição sobre o período de exílio político de Augusto Boal

O Sesc da Vila Mariana está expondo parte das correspondências do teatrólogo Augusto Boal em seu período de exílio político, Augusto faleceu em 2009.  Além das correspondências, a maior parte recebida por ele, o espaço conta com fotografias, passaportes, depoimentos em vídeo de artistas como Chico Buarque, Fernanda Montenegro e a viúva de Augusto, Cecília Boal, também está exposto outros objetos do acervo, que ajudam a contar o período em que Augusto viveu fora do Brasil.

Augusto foi preso e torturado em 1971, para fugir da repressão, foi para Buenos Aires, Argentina junto à sua esposa. Ficou por cinco anos na capital argentina onde desenvolveu o Teatro Invisível. Também viveu no Peru, Equador, Portugal e Paris, voltando em 1986 para o Brasil e se estabelecendo no Rio de Janeiro.

augustoboal-1975-teatrodooprimido-galeria-05
Augusto Boal e o Teatro do Oprimido em Paris – França (1975) – Foto: Funarte

 

Serviço

Datas: Até 25 de junho

Horários: Terça a Sexta das 10h00 às 21h00

Local: Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141 – Zona Sul) São Paulo – SP

Entrada Gratuita – Mais informações: (11) 5080-3000

Classificação: Livre

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s